fotografia de natureza e macro fotografia - curso de fotografia, foto de inseto, foto de flor, banco de imagem, safari fotográfico - macrophotography foto macro close-up microfotografia
Fanpage Macrofotografia.com.br
macrofotografia.com.br - olhe mais de perto
+ Aumentar Fonte | - Diminuir Fonte | busca
busca
english
(by google)

LOJA VIRTUAL APRENDA MACRO E CLOSE-UP CONSULTORIA FOTOGRÁFICA GALERIAS FOTOGRÁFICAS CONTATO
· Início site
· Serviços
· Livraria
· Cursos e Workshops
· Blog macro
· Artigos/Reviews
· Safáris fotográficos
· Lista de discussão
· Facebook
· Galerias de fotos
· Vídeos
· Banco de Imagens
· Sobre o site
· Tacio Philip

. Busca
· Contato site
. Add Favoritos

free counters

Depositphotos
Revista macrofotografia
Revista macrofotografia
Leia online!

BLOG MACROFOTOGRAFIA.COM.BR
Notícias do mundo da macrofotografia e fotografia de natureza

18/04/2019 17:44:06 - Exposição macrofotografia: empilhamentos e anaglifos (3d) em Extrema - MG

Exposição fotográfica em cartaz em Extrema - MG: Macrofotografia: Empilhamentos e Anaglifos (fotos 3D)

Nesta exposição são apresentadas fotografias obtidas a partir de duas técnicas especiais aplicadas à macrofotografia (a fotografia dos temas pequenos): o empilhamento de foco, onde são utilizadas diversas fotografias, às vezes mais de cem, para a obtenção de cada imagem; e os anaglifos (3D), criados a partir de duas fotografias que, com o uso de óculos especiais, nos dá a sensação de tridimensionalidade da imagem.

ONDE?
CIT - Centro de Informações Turísticas - Extrema - MG
(Praça Presidente Vargas, 100 - praça central)

QUANDO?
De 12 de abril a 12 de maio de 2019
Segunda a sexta-feira das 8h às 12h e das 13h às 17h
Sábados, domingos e feriados das 9h às 12h e das 13h às 17h.

Apoio
Prefeitura Municipal de Extrema - Secretaria de Cultura

Release sobre a exposição no site Extrematur
www.extrematur.com.br/noticias/cit-recebe-exposicao-macrofotografia/comunicacaotur/2748/.

Esta exposição teve sua primeira exibição em 2013, na Galeria Consigo - SP, e depois teve algumas fotos expostas na Secretaria de Cultura em Bragança Paulista, em 2018. Esta foi a primeira exposição com essas temáticas bastante incomuns a ser apresentada no Brasil e agora, pela primeira vez, é exibida no Centro de Informações Turísticas, em Extrema.

Surpreenda-se com os detalhes obtidos a partir do empilhamento de foco e coloque os óculos especiais para entrar no mundo das macros 3D.

Quer aprender macrofotografia?
Acesse curso.macrofotografia.com.br

Está procurando fotografias para decoração (diversos temas, não apenas macro)?
Entre em contato.

Me siga também no Instagram: @macrofotografia

Empilhamento de foco

Anaglifos (3D) - precisa de óculos azul/vermelho para visualizar o efeito 3D

Enviado por Tacio Philip às 17:44:06 de 18/04/2019


19/06/2018 13:38:19 - Exposição Anaglifo macro em Bragança Paulista - macrofotografias 3D

Está em cartaz, de 12 de junho a 13 de julho de 2018, minha exposição Anaglifos macro, com 10 impressões fotográficas tamanho 40 x 60 cm, na Secretaria de Cultura e Turismo de Bragança Paulista.

Anaglifos macro são fotografias macro que devem ser observadas com óculos especiais (lentes ciano/vermelha) para dar a impressão de profundidade 3D.

Essa exposição já esteve em cartaz, em 2013, mas é a minha primeira exposição (de muitas que virão) em Bragança Paulista. Se você for da região, visite! Garanto que vai, no mínimo, achar BEM interessante!

Onde?
Secretaria de Cultura e Turismo - Av. Alpheu Grimello, 981, Bragança Paulista/SP (é no lago do Taboão, ao lado da Casa do Mel).

Quando?
De 12 de junho a 13 de julho, de segunda a sexta, das 8h às 18h.

Enviado por Tacio Philip às 13:38:19 de 19/06/2018


07/11/2017 09:58:37 - Quatro dicas mais que básicas para melhorar as suas fotografias

Há aproximadamente 25 anos comecei o que considero meu início na fotografia, com minha primeira câmera reflex, uma antiga Zenit 12XS. Um pouco mais recente, mas não muito, em 2002, levei a "profissão" a sério e, hoje em dia, tendo na gaveta, desde 2014, um diploma de pós-graduação em fotografia aplicada, resolvi escrever esse breve texto com algumas dicas que, ao meu ver, são "o caminho" para se "começar a conseguir" boas fotografias.
E, por boas fotografias, entenda-se não apenas uma imagem bonitinha que vá ganhar mais curtidas na rede social de sua preferência mas, algo com verdadeira qualidade técnica e que expresse algo além do "olha onde estou".

1 - LEIA O MANUAL DA CÂMERA
Parece uma sugestão óbvia mas, acredite, não é! Sendo professor de fotografia há algumas décadas é fato notado que, a grande maioria das pessoas, sequer lê o manual da própria câmera.
Está certo que os "japinhas" da Canon/Nikon/Sony/etc. sejam inteligentes e façam, cada vez mais, uma programação que permita bons resultados com suas câmeras em seus modos automáticos, você realmente levará sua fotografia um passo adiante quando você dominar seu equipamento, suas características e capacidades. Se nem os computadores com inteligência artificial do Google conseguem substituir um cérebro humano, não deixe o simples processador da sua câmera mandar em você, seja a "peça pensante" dominante nessa relação.

2 - ESTUDE
Quantas vezes vi pessoas indignadas por receberem a saudável sugestão de "estudar". Não sei se é um defeito meu mas, sempre que posso, estou atrás de aprender algo novo (e longe de ser apenas em fotografia).
Muitos falam: "Fulano de tal nunca fez curso blá blá blá...". Eu mesmo, até hoje, só fiz, que eu me lembre, três cursos "formais" de fotografia: um "curso de revelação/ampliação preto e branco" (apesar de ser formado em química eu queria conhecer o processo) - mas nunca usei tal conhecimento na prática; um workshop "Linguagem e criatividade" - que foi interessante para "desobvializar" um pouco o olhar; e a "pós-graduação em fotografia aplicada", que terminei em 2014 - que teve algumas matérias/professores bons e outros medíocres e desnecessários.
Entretanto, o número de grupos de discussão/aprendizado que participei, de textos dentro e fora da internet (de fontes confiáveis) e livros de fotografia que eu li foram muitos. Ou seja: não é porque você não se inscreve em um curso "formal" que você não possa ser um autodidata. E, se você não tem disciplina para sentar, ler, experimentar e analisar seus resultados, faça sim cursos.
O que não existe é achar que fotografia é um "dom", que se consegue bons resultados por sorte. Pode até ser que "talento" tenha sua porcentagem de responsabilidade mas, tem muito mais gente se tornando "um medíocre que acha que tem talento divino", que um bom fotógrafo de verdade com uma boa base de conhecimento.

3 - TENHA REFERÊNCIAS RELEVANTES
É verdade que o mundo está cada vez mais visual. Não importa o lado que olhemos que veremos uma fotografia, um logotipo, um texto. Entretanto, boa parte disso é lixo. Quantidade não é qualidade.
Se você quer realmente criar uma bagagem cultural que será útil ao produzir sua fotografia (não, não existe inspiração divina para criar uma imagem, é tudo resultado de uma mistura do que você vivenciou), feche a página do Facebook e vá em uma exposição fotográfica, a um museu ou, pelo menos, "perca" algumas horas assistindo um bom filme (e não fique preso apenas à fotografias).
Faz quanto tempo que você parou em frente a uma fotografia, em uma exposição de algum fotógrafo de renome, e pensou: "o que ele quis dizer além do que a imagem mostra?"? Faz quanto tempo que você foi em um museu e, ao olhar uma pintura, pensou em uma relação com um tipo de luz que pode ser usada para criar uma imagem? Há quanto tempo viu uma escultura e pensou em sua composição? Há quanto tempo pensou que o movimento de câmera de um filme diz algo que pode ser interessante se transformado em uma fotografia?

4 - FOTOGRAFE MENOS
Com o mercado fotográfico dominado pelas mídias digitais e seus cartões de memória cada vez mais baratos, é comum vermos dicas como "fotografe muito", mas isso não significa apertar o obturador em modo automático e depois peneirar algo que preste "por amostragem".
Já pensou em sair para fotografar (e estou falando de foto autoral, para estudo, não em um evento para o qual você foi contratado e "tem que" registrar tudo) e, em vez de voltar para casa com 769 imagens, fazer uma saída e se limitar a, por exemplo, 100 imagens (e estou chutando alto!)? Lembro de uma vez, quando saí com um amigo para fotografar pelo centro da cidade (buscando principalmente imagens abstratas que conversassem entre si), e percebi que não tinha levado meu cartão de memória "padrão" (que atualmente é de 16 GB - mas nunca o enchi). Entretanto, como sei das minhas capacidades de esquecimento, tenho cartões de memória de backup "deixados" em todas minhas bolsas/mochilas fotográficas para essas situações, só que são alguns cartões antigos de 1 GB. Ou seja, fiz uma saída fotográfica limitado a menos de 40 fotografias.
Então, em vez de sair para fotografar e clicar adoidado para, horas depois, no computador, descobrir se algo prestou, pare, olhe a cena, pense no que você quer como resultado, configure sua câmera para tal, componha como deseja e faça alguns poucos cliques.
Sempre digo que, a diferença principal entre um "fotógrafo" e um "clicador" não está na qualidade final da imagem, mas na intenção. O fotógrafo enxerga a imagem antes do clique, o clicador tem uma surpresa no cartão de memória.

Então, fechando a postagem (que já ficou mais longa do que eu esperava), saia da internet, pegue um bom livro de fotografia (e muitos dos bons livros de fotografia não tem imagens, só textos), sente ou deite em algum lugar confortável e vá ler. Quando surgir uma ideia, ai sim, pegue sua câmera, pense no que você quer e vá atrás. Não fotografe por quantidade, não perca tempo em projetos "365 fotos", clique quando for algo relevante para você e que exprima algo, não só o "manhê, olha onde estou".

E, se gostou do texto (ou não), deixe seus comentários, sua curtida e compartilhe com seus amigos. Apesar da minha desilusão cada vez maior com o mundo fotográfico, às vezes ainda tenho alguma recaída que faça com que eu acredite que algo pode melhorar (e em uma dessas recaídas escrevi esse texto). ;-)

Enviado por Tacio Philip às 09:58:37 de 07/11/2017


01/06/2017 11:23:35 - Review: Livro Leia isto se quer tirar fotografias incríveis de lugares - Henry Carroll

Essa semana comecei e já terminei de ler o livro Leia isto se quer tirar fotografias incríveis de lugares, de Henry Carroll, lançado pela Editora Gustavo Gili Brasil.

Este é o 3º livro de uma série (4º se considerarmos um que é um diário), de Henry Carroll, que tem como grande diferencial não se prender à técnica, mesmo a abordando quando necessária e como lembrete, mas sim, à imagem em si, o porquê de diversos exemplos, dos mais diferentes fotógrafos, serem consideradas "boas fotografias" e qual seus diferenciais.

Este terceiro livro segue o formato dos títulos anteriores (Leia isto se quer tirar fotografias incríveis, Leia isto se quer tirar fotografias incríveis de gente e Use este diário se quer tirar fotos incríveis), com uma leitura leve e agradável, agora com ênfase na fotografia de "lugares", sejam paisagens naturais, urbanas, interiores ou o que for, sempre através da leitura da imagem, fato que me lembrou muito algumas das aulas que tive na pós graduação em fotografia.

Sem dúvida é um ótimo livro para quem não quer ficar no "tecnicismo" das centenas de livros que abordam com palavras novas o que o manual da câmera já diz (como regular a câmera) e quer dar um passo adiante. Realmente é um livro que faz você pensar a imagem, o que ela representa e o que você quer transmitir. RECOMENDO!!!

Alguns links de livrarias onde você encontra este e os outros livros da série:
- Livraria Saraiva - FNAC - Livraria Cultura - Livarria da Travessa - Livraria da Folha - Editora GG

Enviado por Tacio Philip às 11:23:35 de 01/06/2017


25/05/2017 14:36:16 - Como vender fotografias em bancos de imagem na internet

Já faz um tempo que eu penso em escrever esse texto e, agora que completou mais de 1 ano que estou vendendo imagens em alguns bancos de imagem internacionais (desde jan/2016), acho que dá pra colocar minha opinião e experiência com isso.

A primeira coisa que eu penso sobre o tema é: eu devia ter começado antes! Certamente, se eu tivesse começado a postar imagens tão cedo quanto eu comecei a fotografar, hoje em dia teria muito mais imagens disponíveis (com isso teria mais vendas), teria mais experiência (então postaria fotos mais vendáveis) e no final, estaria ganhando mais.

Neste um ano e meio de "trabalho" com banco de imagens não ganhei uma fortuna, ainda estou longe de viver só disso, mas também não posso reclamar muito. Uma das coisas que fazem diferença é você "acertar na veia" com alguma imagem que não seja muito fácil de se encontrar e que tenha procura. Eu, por exemplo, tenho uma foto de um Aedes aegypti que é responsável por mais de 50% de TODAS minhas vendas (dá-lhe Dengue!).

E, falando em valores, muita gente desanima quando fica sabendo das comissões de venda sobre cada imagem, mas você têm que pensar em atacado (venda em quantidade, por isso penso que devia ter começado antes). Esse valor varia de um banco de imagem para outro e varia também de acordo com o uso da imagem. A maioria das vendas (normalmente imagens baixadas por pessoas que tem assinaturas no banco de imagens) realmente pagam pouco, ficando em torno de US$0,20 - US$0,50 por download (em alguns sites esse valor sobe se você vender acima de determinada quantidade). Entretanto, é comum também ter algumas vendas com valores maiores, de pessoas que compram apenas uma (ou algumas) imagens no site, com esse valor podendo variar de US$1,00 até (no meu caso) US$62,50 (sim, US$62,50 em uma única venda, o que não é nada mal).

Outra coisa, todos os valores (nesses sites que indico) são em dólares. Para sacar o valor ganho a maneira mais fácil é usando paypal e é necessário "juntar" uma quantidade de vendas antes de poder sacar (esse valor varia entre US$30 e US$100, depende o site).

Na imagem abaixo usei como referência para o comparativo a quantidade de downlods/ganhos da minha imagem mais vendida, que enviei logo que me cadastrei em todos os sites que listo abaixo, durante um período de quase 1 ano e meio. Está ordenado por ganho - note que um dos bancos de imagem, mesmo com menos downloads, está acima na lista, então foi pago melhor valor por ele. Para esse "resumo" estou usando o programa Microstockr (ainda testando, instalei esses dias para poder controlar melhor as vendas).

Sobre o tema das imagens a serem postadas, pode-se dizer que tudo tem potêncial para venda (natureza, pessoas objetos, animais, abstratas, esportes, editoriais e o que você imaginar), desde que seja uma foto tecnicamente bem feita (quando você envia uma imagem ela é analisada e às vezes rejeitada se não condizer com os padrões do banco de imagem - mas uma imagem rejeitada em um site muitas vezes é aprovada em outro, não tem um padrão universal).

Entretanto, o que aumenta o potencial de venda de uma fotografia é sua exclusividade (aí que entra o olhar diferenciado do fotógrafo). Mas às vezes uma imagem que você não dava sequer valor acaba tendo uma boa saída e outra imagem, que você achava que venderia milhões, fica encalhada sem vendas. Acredito que se você tiver alguma experiência com publicidade/propaganda ficará mais fácil saber o que o mercado está procurando. Para ajudar nisso, muitos sites têm blogs onde eles dão dicas das tendências atuais de imagem, vale a pena ficar de olho nisso. E lembre-se: fotos de pessoas necessitam de termo de autorização - os sites já fornecem um modelo - e para uso publicitário não pode aparecer nenhuma marca ou logotipo na fotografia (esses são motivos comuns para rejeição).

Procurando equipamento fotográfico (ou qualquer outra coisa)? Clique aqui e compare o valor em dezenas de lojas!

Fechando o texto, para não ficar muito longo, abaixo links para cadastro nos bancos de imagem que participo atualmente. Estão listados em ordem de "retorno financeiro" que tive até hoje (mas não pode ser uma referência absoluta porque não enviei para todos a mesma quantidade de imagens). Inclusive, aqui uma coisa interessante: alguns deles tem opção para você ser vendedor exclusivo, tendo comissões mais altas, mas não exigem isso. Então, tendo a imagem ajustada, nada impede que você a envie para diferentes sites.

Shutterstock - Portfolio
De longe esse é onde mais vendi até agora.

Adobe Stock/Fotolia - Portfolio fotolia / Portfolio adobe stock
Não vende muito mas sempre sai alguma coisa.

istock/Gettyimages - Portfolio
Parece que agora estou começando a engrenar nele e as vendas tem aparecido mais.

Dreamstime - Portfolio
Fraco mas ainda tenho esperança neles. Atualmente enviei mais material.

Depositphotos - Portfolio
Muito fraco. Praticamente abandonei (faz tempo que não envio material novo).

Se gostou do texto não deixe de compartilhá-lo nas redes sociais, enviar para seus amigos e deixar sua curtida e comentários aqui embaixo!

Boas vendas, não desanime (o início é lento) e pense em vendas no atacado! ;-)

Enviado por Tacio Philip às 14:36:16 de 25/05/2017


20/10/2015 13:43:52 - Exposição fotográfica em São Paulo - Abstratando

Não é de hoje que a fotografia se distancia de seu velho passado documental. Assim como ocorreu em outros ramos da arte, alguns fotógrafos se libertaram das amarras representativas criadas pelo aparato tecnológico e passaram a explorar, de uma maneira inovadora, novas fronteiras da linguagem fotográfica.

Em ABSTRATANDO, Tacio Philip, conhecido por suas macrofotografias, se inspira principalmente nos pintores abstratos do século passado e explora este mundo não representativo com imagens ora trabalhadas nos limites da macrofotografia, ora jogando com o tempo e movimento, produzindo imagens que transformam sua real fonte em algo novo, gerando uma experiência estética individual que apenas o observador pode definir, de acordo com seus gostos e vivências pessoais.

Com esse tipo de imagens sempre se questiona: "o que é e como foi feito?". Desta vez, esqueça isso! Apenas aprecie a exposição e deixe suas emoções, sentimentos e lembranças te levarem onde quer que seja.

E para cumprir seu papel com a qualidade que o expectador merece, esta exposição contará com 20 imagens Fine-Art, 40x60cm, impressas em papel Canson Photo Performance Satin 240gsm pela Papaya Imagens.

Todas as imagens estão à venda na MacroGaleria

ONDE?
Salão da Fotografia Consigo
Rua Conselheiro Crispiniano, 105 – 1º andar - Centro - São Paulo - SP

QUANDO?
Entre os dias 05 e 28 de Novembro de 2015
2ª à 6ª das 09 às 18h - Sábado das 09 às 13h

APOIO/REALIZAÇÃO:
- Salão da Fotografia Consigo
- Papaya Imagens Impressões
- Portal Macrofotografia.com.br

Enviado por Tacio Philip às 13:43:52 de 20/10/2015


15/07/2015 19:44:11 - Saída fotográfica - Vila Itororó e centro velho de São Paulo

O que acha de fotografar uma vila de casas construídas na década de 20, abandonadas e em ruínas, com toda segurança, na região central de São Paulo?

Nossa saída será para a "Vila Itororó", um local apelidado pelo escritor Mário de Andrade de "vila surrealista". Essa vila, hoje tombada, foi construída em 1922, possui um palacete e mais de 30 casas que foram construídas boa parte com material de demolição de um antigo teatro de São Paulo, criando uma arquitetura única e com possibilidades infinitas para boas fotografias!


Hoje em dia a vila é administrada pelo ministério da cultura e prefeitura de São Paulo e seu projeto consiste em restaurá-la e torná-la um espaço cultural. Durante esta saída teremos toda liberdade para fotografá-la independentes, sem ninguém nos apressando (só fotógrafo entende outro fotógrafo) ;-)

Além disso, como nossa visita à vila será no período da tarde, teremos uma saída extra (opcional) no período da manhã, esta pelo centro velho de São Paulo (depois faremos uma pausa para almoço e ai sim iremos para a vila).

Quando:
Sábado, 25 de Julho de 2015

Investimento:
R$100,00 por fotógrafo
(R$70,00 para acompanhantes não fotógrafos)

Gastos extra: Almoço/lanches.

Número limitado de participantes! Faça já sua inscrição!


Teremos dois pontos de encontro, ambos em estações de Metrô:
- Estação Sé às 9h (para quem quiser começar a fotografar mais cedo)
- Metrô São Joaquim às 14h (para acesso à vila)

Faça já sua inscrição!


Roteiro: Durante o período da manhã fotografaremos a região da Praça da Sé, "Páteo do Collégio" (onde São Paulo foi fundado) e Ruas da Liberdade. Após isso, uma pausa para almoço e, logo depois, seguiremos para a Vila Itororó, próxima da estação São Joaquim, onde permaneceremos fotografando até o final da tarde.


De manhã muitas fotografias, uma boa pausa para almoço e, de tarde, mais fotografias.

Excelente oportunidade para fotos de arquitetura e ensaios.


Incluso: guia fotógrafo (Tacio Philip) para levar aos locais interessantes e dar dicas de fotografia.

Faça já sua inscrição!


Mais fotos no link Vila Itororó - São Paulo - SP

Enviado por Tacio Philip às 19:44:11 de 15/07/2015


31/03/2015 17:52:52 - Apresentação gratuita do Vídeo Curso Macrofotografia e Close-up

Não conseguiu assistir a apresentação gratuita? Você ainda pode ter acesso ao curso! Mais infos no link Vídeo curso macrofotografia e close-up

Hoje, dia 31 de Março de 2015, às 19h30 terá a primeira e única apresentação 100% gratuita do Vídeo Curso Macrofotografia e Close-up - por Tacio Philip.

Este curso, lançado em Janeiro pelo site macrofotografia.com.br, aborda todos os conceitos necessários para quem quer começar ou para quem quer se aprofundar no tema macrofotografia e close-up.

O curso será apresentado na íntegra, entre às 19h30 e 22h, e é uma ótima oportunidade para você aprender sobre equipamentos, técnica, além de ter diversas dicas práticas para melhoras suas fotografias macro e close-ups.

O curso será transmitido pelo link www.macrofotografia.com.br/videos/live.shtml (link alternativo: http://www.ustream.tv/channel/macrofotografia.

Não perca! Oportunidade única!

E, para quem não conseguir assistir nesse dia/horário, você pode comprar o curso e ter acesso na hora que quiser. Mais infos no link Vídeo curso macrofotografia e close-up.


Faça já sua inscrição! Lançamento com preço especial!

Enviado por Tacio Philip às 17:52:52 de 31/03/2015


Contato | Listar todas postagens

OUTROS LINKS
[CURSOS/WORKSHOPS] [AULAS PARTICULARES] [SAÍDAS FOTOGRÁFICAS] [POLÍTICA DE CANCELAMENTO E FALTA] [LIVRARIA] [LOJA VIRTUAL] [BANCO DE IMAGENS] [GALERIA DE ARTE] [FACEBOOK] [LISTA DE DISCUSSÃO] [TACIO PHILIP] [SOBRE O SITE] [CONTATO]

Copyright 2003/2018 - Tacio Philip Sansonovski
Proibida a cópia total ou parcial de qualquer material deste site (fotografias, ilustrações, textos, vídeos etc.) sem a autorização por escrito do autor e citação da fonte.